Saymon Luna e as mochilas da Ponto 21

Com apenas dezenove anos o estudante de design de produto Saymon Luna é a mente criativa por trás da marca de mochilas Ponto 21, que observei ter muito de sua personalidade em seus produtos. Foi durante uma das oficinas do Dragão Pensando Moda que tive o prazer de conhecê-lo e ver de perto algumas de suas criações, e foi durante esse momento também que ele me contou um pouco mais como surgiu a sua marca.

Ainda no ensino médio, movido por um gosto pessoal, Saymon decidiu confeccionar as suas primeiras mochilas, para isso pediu uma mãozinha a um amigo de sua mãe (que já era modelista) com as primeiras modelagens. A proposta inicial era algo ainda muito tradicional, as costuras eram embutidas, e não havia muita novidade nos modelos, a inovação ficava por conta dos tecidos utilizados e das composições que eram feitas. Contando também com a ajuda de sua mãe, pôde abrir sua primeira loja, e comprar as suas primeiras máquinas, mas acabou se tornando difícil conciliar os trabalhos com a vida universitária e a loja acabou sendo fechada.

Foi após um período em que esteve com os trabalhos parados que Saymon pôde perceber que muitas pessoas na sua cidade haviam tido a mesma ideia que ele. Mas como o desejo de voltar as desenvolver novamente as suas mochilas era muito grande, dessa vez ele resolveu criar uma nova proposta de identidade visual em seus produtos e também uma nova marca a Ponto 21. O nome teve como inspiração um de seus lugares preferidos na cidade do Crato, sua terra natal, que é uma praça de uma antiga estação ferroviária e que atualmente é um centro de cultura, que em uma das últimas reformas da cidade, ganhou uma placa descrita como “vigésimo primeiro ponto”, como o público alvo da marca também frequenta o lugar, o nome caiu como uma luva.

A nova marca trás em sua essência a ideia da desconstrução, do reaproveitamento de materiais e da mistura entre texturas. As costuras agora são aparentes, agregando um aspecto mais despojado e ao mesmo tempo um toque de personalidade as mochilas, que podem ser feitas com diversos materiais desde o jeans, corino e alguns detalhes com palha de carnaúba oriundas do projeto Mulheres da Palha, onde desenvolve trabalhos como monitor com artesãs de sua cidade, através de um projeto de sua faculdade.

O projeto atual existe há cerca de seis meses, e os trabalhos são desenvolvidos tanto através de coleções, como através de encomendas as mochilas ganham um toque mais pessoal, com a cara do cliente. Atualmente as vendas são realizadas através de sua fan page no Facebook, o que possibilitou as vendas para outros estados, como Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro.

A mochilas e bolsas podem ser adquiridas por valores acessíveis (entre 75,00 e 90,00 reais).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s